domingo, 30 de agosto de 2009

Paulo de Tarso a fraude

Saulo de Tarso escreveu sobre sí mesmo:
II Coríntios 12:16

Mas seja assim; eu não vos fui pesado mas, sendo astuto, vos tomei com dolo.

Vejamos o que o Dicionário Aurélio nos diz de dolo.

dolo
(ó) [Do lat. dolu.]
Substantivo masculino.

1. Qualquer ato consciente com que alguém induz, mantém ou confirma outrem em erro; má-fé, logro, fraude, astúcia; maquinação.
2. Jur. Vontade conscientemente dirigida ao fim de obter um resultado criminoso ou de assumir o risco de o produzir. [Cf. culpa (6).]

Saulo de Tarso se descreve como astuto e doloso, isto é: maquinador, fraudulento.

Ele diz que "viu" Jesus, mas na verdade o que ele "viu" foi como deturpar a mensagem do mestre escrevendo sua própria visão Farisaica doente.

É mais fácil para ele se identificar como alguém importante, supostamente do lado de todos, e no todo ele incluí pagãos de toda sorte, ladrões, facínoras, Judeus, e outros cidadãos, prometendo desonestamente o reino dos céus para todos, somente precisando o cidadão aceitar o 'sacrifício' de Jesus, o sangue derramado.

E pronto, estariam todos 'salvos'.

Jesus ensina que as obras salvariam os seus seguidores.

Paulo de Tarso ensinou que a 'graça' os salvaria, adquirida pela oblação de Jesus.

Em particular, esta aberração pagã, derramamento de sangue, já incluí pagãos na doutrina que o mestre expôs, em total desacordo.

Sabemos que ele não tem nenhum outro testemunho importante, somente ele mesmo e um punhado de homens que não estiveram nunca com Jesus.

Os Fariseus certa vez disseram à Jesus:
João 8:13

Disseram-lhe, pois, os fariseus: Tu testificas de ti mesmo; o teu testemunho não é verdadeiro.

Segundo os próprios Fariseus e suas leis, Saulo de Tarso não é digno de confiança nem deles.

Para os Cristãos ele não merece a confiança, ainda mais por ser um assassino.


Em ocasião de seu julgamento, ele se identificou como um Fariseu, filho de Fariseu, e não seguidor de Jesus, e por isto foi poupado pelos seus amigos.
Atos 23:6

...eu sou fariseu, filho de fariseu...

Jesus não escolheu os Fariseus pra passar sua mensagem, não escolheu Paulo para isso; disse que eles eram malditos, cegos e hipócritas, até as prostitutas os salteadores entravam no céu na frente deles.

Saulo de Tarso ensina que Jesus se "sacrificou" para salvar a humanidade; no entanto ele acusa os Judeus de matarem Jesus e os profetas. Uma acusação da qual até os Judeus se esquivam usando os Romanos como bode expiatório de suas falcatruas.

Certamente um homem não pode sacrificar-se e ser assassinado ao mesmo tempo, já que a vida é uma só.
I Tessalonicenses 2:14-15

Porque vós, irmãos, haveis sido feitos imitadores das igrejas de Deus que na Judéia estão em Jesus Cristo; porquanto também padecestes de vossos próprios concidadãos o mesmo que os judeus lhes fizeram a eles, Os quais também mataram o Senhor Jesus e os seus próprios profetas, e nos têm perseguido; e não agradam a Deus, e são contrários a todos os homens...

Esta passagem é interessante, pois Saulo de Tarso que fazia o trabalho de perseguição aos Cristãos, reclama dela agora como um pobre coitadinho. Ele devia gastar um galão de óleo de peróba por dia pra mantêr o brilho da cara-de-pau.

Jesus diz:
Evangelho dos Doze Santos

Nenhuma oferenda de sangue, de besta, de pássaro ou de homem pode tirar o pecado. Como pode a consciência ser purgada de pecado pelo derramamento de sangue inocente?

Esta visão já estava de acordo com seu antecessor, o profeta Jeremias que afirmava que os Sacerdotes de sua época já haviam deturpado os ensinamentos e inserido seus maus costumes na tradição.
Jeremias 7:21-22

Assim diz o SENHOR dos Exércitos, o Deus de Israel: Ajuntai os vossos holocaustos aos vossos sacrifícios, e comei carne. Porque nunca falei a vossos pais, no dia em que os tirei da terra do Egito, nem lhes ordenei coisa alguma acerca de holocaustos ou sacrifícios.

Também de acordo com as palavras de Isaías que falando dos "sacrifícios" e "holocaustos" feitos pelo seus compatriotas, diz que isso nunca foi comandado:
Isaías 1:12-15

Quando vindes para comparecer perante mim, quem requereu isto de vossas mãos, que viésseis a pisar os meus átrios? Não continueis a trazer ofertas vãs; o incenso é para mim abominação, e as luas novas, e os sábados, e a convocação das assembléias; não posso suportar iniqüidade, nem mesmo a reunião solene. As vossas luas novas, e as vossas solenidades, a minha alma as odeia; já me são pesadas; já estou cansado de as sofrer. Por isso, quando estendeis as vossas mãos, escondo de vós os meus olhos; e ainda que multipliqueis as vossas orações, não as ouvirei, porque as vossas mãos estão cheias de sangue...

Por fim, ele foi decapitado com uma espada.
Mateus 26:52

E
ntão Jesus disse-lhe: Embainha a tua espada; porque todos os que lançarem mão da espada, à espada morrerão...

Nenhum comentário:

Postar um comentário